Total de visualizações de página

domingo, 17 de agosto de 2014

APOSENTADORIA


SEARH publica a lista de Aposentadorias dos Servidores do RN

A Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos, através da Resolução Administrativa nº 1381, de 30 de julho de 2014, publica no Diário Oficial do Estado do RN a lista dos Servidores da rede estadual que foram contemplados com a aposentadoria.
Confira aqui a publicação da sua aposentadoria (clique no link abaixo):






(Fonte: http://www.janeayresouto.com.br)

13° SALÁRIO

Pagamento dos 20% do 13º Salário para os Servidores Estaduais
(sábado, 16 de agosto de 2014 - by Janeayre Souto)


A direção do SINSP tomou conhecimento, no final da tarde de ontem, que o governo do estado não irá mais pagar os 20% do 13º Salário para dos Servidores Estaduais, uma vez que a data desse pagamento encontra-se indefinida. De acordo com informações colhidas junto a SEPLAN não se tem definição nenhuma sobre esse pagamento.
O cancelamento do pagamento dos 20% do 13º Salário para os Servidores Estaduais, só vem mostrar que o governo estadual não tem nenhum respeito com os servidores estaduais.

(Fonte: http://www.janeayresouto.com.br)

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

JARDIM DE PIRANHAS


Trabalhadores em educação do município saem fortalecidos após realização de uma “Parada de Advertência”


Na última quinta-feira (dia 14 de agosto) os(as) trabalhadores(as) em educação do município de Jardim de Piranha realizaram uma assembleia geral da categoria, convocada pela Regional de Caicó do SINTE/RN, mobilização que relativa à “PARADA DE ADVERTÊNCIA” de um dia - manifestação de protesto contra a inércia da Secretária Municipal de Educação (SEMEC) quanto ao cumprimento de acordo firmado com a categoria (desde o dia 19 de março ultimo) relativo à criação de uma comissão oficial de trabalho pró-reformulação do PCCR (Plano de Carreira e Remuneração), não havendo até então qualquer resposta por parte do executivo municipal acerca de sua efetivação.
A assembleia fora realizada na sede da Câmara Municipal de Jardim de Piranhas, início às 8:00 horas, contando com uma participação de mais 80 trabalhadores(as), sendo dirigida pelo prof. Hugo Martins (Coordenador Geral da Regional de Caicó do SINTE), com o acompanhamento da Assessoria Jurídica da Regional, na pessoa de João Assis (funcionário do SINTE/RN), contando ainda com a presença da Secretária municipal de Educação, Prof. ÁLia Eine de Queiroz Damasceno, além de  membros integrantes do Conselho Municipal do FUNDEB.

Durante a realização da assembleia a categoria aprovou, por aclamação, a escolha da Nova da Diretoria do Núcleo Municipal de jardim de Piranhas do SINTE/RN, elegendo por unanimidade os seguintes representantes: Nitalma Queiroz de Souza (Coordenadora Geral), Fátima Gláucia Santos (vice-coordenadora); Jailma Maria de Oliveira (Secretária de Organização); Fernando de Azevedo Guedes (Secretário de Finanças) e Ivonete dos Santos Bezerra (Secretária de Formação Sindical). Em seguida, a palavra foi passada à professora Vera Lúcia (Coordenadora do Núcleo Municipal) que declarou empossada por um mandato de três (03) anos a nova Diretoria eleita, passando em seguida a palavra à Profª Nitalma Queiroz (Coord. eleita do Núcleo Municipal do sindicato) que, em suas palavras, agradeceu a todos(as) pelos votos recebidos, comprometendo-se a lutar pelos direitos da categoria.

A assembleia deliberou, ainda, pela escolha dos representantes da categoria a compor o Conselho do FUNDEB (em atendimento ao Ofício n° 096/2014 – SEMEC), sendo escolhidos por unanimidade de votos os  seguintes membros: Aurélia Borges (titular) e Suelena Gonçalves dos Santos (suplente). Em seguida, a Secretária Municipal de Educação, Srª Ália Eine de Queiroz, fez uso da palavra, criticando a realização da manifestação de “Parada de Advertência” pela categoria, destacando "não saber o real motivo da paralização”, considerando-a "abusiva”, visto que só fazia 60 do recebimento do ofício enviado pela Regional do sindicato, comprometendo-se, porém, com a efetivação da nomeação da comissão de reformulação do PCCR. Em seguida, o Coordenador Geral da Regional de Caicó do SINTE/RN, prof. Hugo Martins, replicou as palavras da secretária, afirmando que a realização da “Parada de Advertência” se tratava de uma decisão democrática, soberana e cidadã da categoria, “tendo em vista o não cumprimento, por parte da SEMEC, de um acordo firmado na há cinco messes, início do ano letivo, além da falta de resposta a pedidos oficialmente encaminhados pelo sindicato à secretaria”.
Ao final a assembleia procedeu com a escolha dos representantes da categoria a compor a referida comissão de reformulação do PCCR, sendo: Hugo Martins (rep. do SINTE/RN: Regional de Caicó), Nitalma Queiroz (rep. do SINTE/RN: Núcleo Municipal de J. de Piranhas), Genilda Maria (rep da Base: Ens. infantil), Graça Silva (rep. da Base: Ens. Fund. Menor) e Maciel Vale (rep. da Base: Ens. Fund. maior). Após encerrada a assembleia a SEMEC, aproveitando a assistência presente para a realização de uma atividade (palestra) referente à programação da “Semana da Cidadania”.












quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Holocausto palestino em Gaza

Fidel Castro: Holocausto palestino em Gaza


Novamente, peço ao Granma que não dedique espaço de primeiro plano a estas linhas, relativamente breves, sobre o genocídio que se está cometendo contra os palestinos. Escrevo-as com rapidez apenas para deixar constância do que requer meditação profunda.
Por Fidel Castro, no Granma

Penso que uma nova e repugnante forma de fascismo está surgindo com notável força neste momento da história humana, no qual mais de sete bilhões de habitantes se esforçam pela própria sobrevivência.
Nenhuma destas circunstâncias tem a ver com a criação do Império Romano há cerca de 2.400 anos, ou com o império norte-americano que, nesta região do mundo, há apenas 200 anos, foi descrito por Simón Bolívar quando exclamou que: “(...) os Estados Unidos parecem destinados pela Providência a infestar a América com misérias em nome da Liberdade”.
A Inglaterra foi a primeira real potência colonial que usou seus domínios sobre grande parte da África, do Oriente Médio, da Ásia, Austrália, América do Norte e muitas das ilhas antilhanas, na primeira metade do século 20.
Não falarei, nesta ocasião, das guerras e dos crimes cometidos pelo império dos Estados Unidos ao longo de mais de cem anos, mas só registrarei o que quis fazer com Cuba, o que fez com muitos outros países no mundo e só serviu para provar que “uma ideia justa desde o fundo de uma caverna pode mais do que um Exército”.
A história é muito mais complicada do que tudo o que foi dito, mas foi assim, em grandes traços, como a conheceram os habitantes da Palestina e, é lógico, igualmente, que nos meios modernos de comunicação se reflitam as notícias que diariamente chegam; assim ocorreu com a vexatória e criminosa guerra na Faixa de Gaza, um pedaço de terra onde vive a população do que restou da Palestina independente até apenas meio século atrás.
A agência francesa AFP informou, no sábado (2): “A guerra entre o movimento islamita palestino Hamas e Israel causou a morte de cerca de 1.800 palestinos (...), a destruição de milhares de lares e a ruína de uma economia já debilitada”, ainda que não assinale, à partida, quem iniciou a terrível guerra.
Depois adiciona: “(...) no sábado, ao meio-dia, a ofensiva israelense havia matado 1.712 palestinos e ferido 8.900. As Nações Unidas puderam verificar a identidade de 1.117 mortos, majoritariamente civis. (...) A Unicef contabilizou ao menos 296 menores [de idade] mortos”.

“As Nações Unidas estimaram (...) (cerca de 58.900 pessoas) sem casas na Faixa de Gaza.”

“Dez dos 32 hospitais fecharam e outros 11 foram afetados.”

“Este enclave palestino de 362 quilômetros quadrados não dispõe tampouco das infraestruturas necessárias para os 1,8 milhão de habitantes, sobretudo em termos de distribuição de eletricidade e de água.”

“Segundo o Fundo Monetário Internacional, a taxa de desemprego ultrapassa 40% na Faixa de Gaza, território submetido, desde 2006, a um bloqueio israelense. Em 2000, o desemprego afetava cerca de 20% e, em 2011, cerca de 30%. Mais de 70% da população depende da ajuda humanitária em tempos normais, segundo o Gisha [Centro Legal para a Liberdade de Movimentação].”

O governo de Israel declara uma trégua humanitária em Gaza às 07h:00 (hora de Greenwich) desta segunda-feira (4), entretanto, às poucas horas rompeu a trégua ao atacar uma casa em que 30 pessoas, em sua maioria mulheres e crianças, foram feridas e, entre elas, uma menina de oito anos, que morreu.
Na madrugada deste mesmo dia, 10 palestinos morreram como consequência dos ataques israelenses em toda a Faixa e já subiu a quase dois mil o número de palestinos assassinados.
A matança chegou a tal ponto que o “ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, anunciou nesta segunda-feira que o direito de Israel à segurança não justifica o ‘massacre de civis’ que está perpetrando”.
O genocídio dos nazistas contra os judeus colheu o ódio de todos os povos da terra. Por que acredita o governo desse país que o mundo será insensível a este macabro genocídio que hoje está cometendo contra o povo palestino? Por acaso se espera que ignore quanto há de cumplicidade por parte do império norte-americano neste massacre desavergonhado?
A espécie humana vive uma etapa sem precedentes na história. Um choque de aviões militares ou aeronaves de guerra que se vigiam estreitamente ou outros fatos similares podem desatar uma contenda com o emprego das sofisticadas armas modernas que se converteria na última aventura do conhecido Homo sapiens.
Há fatos que refletem a incapacidade quase total dos Estados Unidos para enfrentar os problemas atuais do mundo. Pode-se afirmar que não há governo nesse país, nem o Senado, nem o Congresso, a Agência Central de Inteligência, o Pentágono, que determinarão o desenlace final. É triste, realmente, que isso ocorra quando os perigos são maiores, mas também as possibilidades de seguir adiante.
Quando houve a Grande Guerra Patriótica, os cidadãos russos defenderam seu país como espartanos; subestimá-los foi o pior erro dos Estados Unidos e da Europa. Seus aliados mais próximos, os chineses, que, como os russos, obtiveram a sua vitória a partir dos mesmos princípios, constituem hoje a força econômica mais dinâmica da terra. Os países querem yuanes, e não dólares, para adquirir bens e tecnologia e incrementar o seu comércio.
Novas e imprescindíveis forças surgiram. Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, cujos vínculos com a América Latina e com a maioria dos países do Caribe e da África, que lutam pelo desenvolvimento, constituem a força que, em nossa época, está disposta a colaborar com o resto dos países do mundo sem excluir os Estados Unidos, a Europa e o Japão.
Culpar a Federação Russa pela destruição, em pleno voo, do avião da Malásia é de um simplismo desconcertante. Nem Vladimir Putin ou Serguei Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia, nem os demais dirigentes deste governo fariam, jamais, semelhante disparate.
Vinte e seis milhões de russos morreram na defesa da Pátria contra o nazismo. Os combatentes chineses, homens e mulheres, filhos de um povo de cultura milenar, são pessoas de inteligência privilegiada e espirito de luta invencível, e Xi Jinping é um dos líderes revolucionários mais firmes e capazes que já conheci na minha vida.
4 de agosto de 2014
Fidel Castro Ruz


Fonte: Granma, tradução de Moara Crivelente, da Redação do Vermelho

Feliz aniversário Fidel Castro!

América Latina celebra 88º aniversário de Fidel Castro



Uma das figuras mais importantes para a América Latina completa 88 anos nesta quarta-feira (12). Fidel Castro, líder histórico da Revolução Cubana, é símbolo da luta dos povos e exemplo vivo da resistência. Há quem afirme que Fidel não é só dos cubanos, mas de todos os latino-americanos. Isso pode ser constatado nas homenagens que alguns países da região prepararam para agradecer por poder contar com a sabedoria e experiência política do comandante revolucionário por mais um ano.
Fidel Castro completa 88 anos nesta quarta-feira (12).Fidel Castro completa 88 anos nesta quarta-feira (12). Fidel Castro é reconhecido como grande gestor, condutor e líder histórico de uma Revolução que desde seu triunfo em 1 de janeiro de 1959 abriu as portas da emancipação nacional e é farol para a América Latina e o mundo.
A Argentina celebrará os “88 anos de vitória” de Fidel Castro na Casa de Amizade Argentino-Cubana, com apresentação de um documentário e degustação de comidas típicas da ilha.
O Peru, através da Coordenadoria Peruana de Solidariedade com Cuba, saudou Fidel pelo aniversário. Em um comunicado, o bloco de organizações solidárias com a ilha ressaltou o papel histórico do ex-estadista cubano, que cedeu o poder a seu irmão Raúl Castro em 2006.
A presidenta do Conselho Mundial da paz, Socorro Gomes, enviou uma “calorosa” mensagem de felicitações a Fidel. “Desejo-lhe toda a voz”, disse Socorro. Segundo ela, o comandante é o construtor de todos os movimentos pela paz e um verdadeiro exemplo desta luta no mundo.
No Equador será apresentado o documentário "Caudal de Río", dedicado ao pensamento ambiental do líder da Revolução Cubana. O material audiovisual inclui um relato biográfico da vida de Fidel e destaca as experiências que moldaram sua visão sobre a necessidade de conservar o meio ambiente e os desafios que a humanidade tem para fazê-lo.
As façanhas de Fidel serão lembradas com fotografias, esculturas e documentários, em diferentes países da América Latina. Em Havana, Cuba, a exposição fotográfica “Fidel é Fidel”, foi inaugurada nesta terça-feira (12) e trata-se de uma homenagem do cinegrafista e fotógrafo Roberto Chile, que acompanhou o ex-presidente cubano de 1984 até 2006.
Na ilha caribenha estas celebrações se enquadram no contexto da jornada "Sí tengo un hermano" (Sim, tenho um irmão), dedicada também ao falecido líder venezuelano e bolivariano, Hugo Chávez, a quem Fidel Castro definiu como melhor amigo de Cuba.
Da redação do Portal Vermelho, com informações do CubaDebate, Telesur e Prensa Latina.

(Fonte: http://www.vermelho.org.br - em13 de agosto de 2014)


EM CARTA ABERTA IRMÃO DE EDUARDO DEFENDE MARINA SILVA PARA PRESIDENTA


Irmão diz que a vontade de Eduardo Campos seria ver Marina candidata

Em carta, advogado e escritor defende a escolha da senadora para encabeçar a chapa presidencial

POR O GLOBO

SÃO PAULO - O advogado e escritor Antônio Campos, o único irmão de Eduardo Campos, divulgou nesta quinta-feira uma carta em defesa da candidatura de Marina Silva à Presidência da República.

Filiado ao PSB, membro do Diretório Nacional com direito a voto, neto mais velho vivo de Miguel Arraes e presidente do Instituto Miguel Arraes (IMA), Antônio afirmou estar certo de que a candidatura de Marina “seria a vontade de Eduardo” (...)
Leia, abaixo, a íntegra do texto divulgado pelo irmão de Eduardo Campos:

“Não vamos desistir do Brasil”

A minha perda afetiva do único irmão é imensa, mas é grande a perda do líder Eduardo Campos, politico de talento e firmeza de propósitos.
A nossa família tem mais de 60 anos de lutas políticas em defesa das causas populares e democráticas do Brasil. O meu avô Miguel Arraes foi preso e exilado, não se curvando à ditadura militar. Eduardo Campos continuou o seu legado com firmeza de propósitos, tendo trazido uma nova era de desenvolvimento para Pernambuco. Desde 2013 vinha fazendo o debate dos problemas e do momento de crise por que passa o Brasil, querendo fazer uma discussão elevada sobre nosso país. Faleceu em plena campanha presidencial, lutando pelos seus ideais e pelo que acreditava.
O mundo está nas mãos daqueles que têm coragem de sonhar e de correr o risco para viver os seus sonhos pessoais e coletivos. Ambos faleceram, no dia 13 de agosto, e serão plantados no mesmo túmulo, no Cemitério de Santo Amaro, em Recife, túmulo simples, onde consta uma lápide com a frase do poeta Carlos Drummond: ‘tenho duas mãos e o sentimento do mundo’. Essas sementes de esperança e de resistência devem inspirar uma reflexão sobre o Brasil, nesse momento, para mudar e melhorar esse país, que enfrenta uma grave crise, sendo a principal dela a crise de valores. Não vamos cultivar as cinzas desses dois grandes líderes, mas a chama imortal dos ideais que os motivava.
Como filiado ao PSB, membro do Diretório Nacional com direito a voto, neto mais velho vivo de Miguel Arraes, presidente do Instituto Miguel Arraes - IMA e único irmão de Eduardo, que sempre o acompanhou em sua trajetória, externo a minha posição pessoal que Marina Silva deve encabeçar a chapa presidencial da coligação Unidos Pelo Brasil liderada pelo PSB, devendo a coligação, após debate democrático, escolher o seu nome e um vice que una a coligação e some ao debate que o Brasil precisa fazer nesse difícil momento, em busca de dias melhores. Tenho convicção que essa seria a vontade de Eduardo.
Agradeço, em nome da minha família enlutada, as mensagens do povo brasileiro e de outras nacionalidades.

Recife, 14 de agosto de 2014.
Antônio Campos
Advogado e escritor

(Fonte: http://oglobo.globo.com, em 14/08/2014)

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

TRAGÉDIA


SETE PESSOAS QUE ESTAVAM NO JATO UTILIZADO POR EDUARDO MORRERAM

A Aeronáutica confirma que as sete pessoas que estavam na aeronave que caiu em Santos estão mortas, incluindo o ex-governador Eduardo Campos. Também no dia 13 de agosto, em 2005, havia morrido Miguel Arraes, avô e referência política de Eduardo Campos. O fotografo oficial da campanha, o pernambucano Alexandre Severo, e o jornalista Carlos Percol também tiveram as suas mortes confirmadas no acidente aéreo em Santos. (Foto: Helder Tavares/DP/D.A. Press.)



Regional de Caicó do SINTE/RN envia ofício à Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Jardim de Piranhas comunicando sobra a realização da “PARADA DE ADVERTÊNCIA” e sobre a pauta reivindicatória da categoria (confira abaixo).

terça-feira, 12 de agosto de 2014

JARDIM DE PIRANHAS



Após deflagração da “parada ” o sindicato convoca assembleia para deliberar sobre os rumos do movimento

A Regional de Caicó do SINTE/RN convoca tod@s os(as) trabalhadores  e trabalhadoras em educação do município de Jardim de Piranhas, a participar de uma Assembleia Geral que ocorrerá na próxima quinta-feira (dia 14/08),  a partir das 7:30 horas da manhã, na sede da Câmara Municipal desse município. A presença de tod@s é fundamental para o fortalecimento de nossa luta!
Na assembleia do dia 08 de agosto, último, a categoria deliberou pela realização de uma PARADA DE ADVERTÊNCIA na próxima quinta-feira (dia 14), tendo em vista o não cumprimento, por parte da SEMEC, de acordo firmado com a categoria e ratificado na assembleia do dia 19 de março, último, cujo pedido de cumprimento fora devidamente oficializado pelo sindicato há dois meses, não havendo, até o presente momento, qualquer resposta por parte do executivo municipal.
Vale salientar que a pauta de luta reivindicatória da categoria, para este ano de 2014, inclui: a reformulação democrática do PCCR (Plano de Carreira e Remuneração), além do repasse salarial referente ao reajuste de 5% do Piso Salarial referente ao exercício de 2013 (confira abaixo o Edital de Convocação da assembleia).







Fidel assina Manifesto em Defesa da Palestina


O líder histórico da Revolução, Fidel Castro, assinou o manifesto Em Defesa da Palestina, promovido pela rede Em Defesa da Humanidade


O líder da Revolução cubana, Fidel Castro assinou o manifesto “Em Defesa da Palestina”, tal como um grupo de intelectuais e políticos, promovido pela rede Em Defesa da Humanidade.
Em 5 de agosto passado, Fidel escreveu um artigo intitulado Holocausto palestino em Gaza, onde afirmou que “O genocídio dos nazistas contra os judeus colheu o ódio de todos os povos da terra. Por que acredita o governo desse país que o mundo será insensível a este macabro genocídio que hoje está cometendo contra o povo palestino? Por acaso se espera que ignore quanto há de cumplicidade por parte do império norte-americano neste massacre desavergonhado?.
Entre as personalidades que aderiram ao documento “Em Defesa da Palestina” se encontram o presidente da Bolívia, Evo Morales; o escritor Eduardo Galeano; o Prêmio Nobel, Adolfo Pérez Esquivel; o poeta e presidente da Casa das Américas, Roberto Fernández Retamar; a prima ballerina assoluta , Alicia Alonso; a escritora norte-americana, Alice Walker; o cantor e compositor, Silvio Rodríguez; os bispos Raúl Vera e Pedro Casaldáliga, e o líder brasileiro João Pedro Stedile, e outros.
O documento pede aos governos de todo o mundo para exigir que Israel cumpra as resoluções do Conselho de Segurança da ONU, que o obrigam a retirar-se de Gaza, Cisjordânia e Jerusalém oriental, em cumprimento da resolução de 1967.
Até o momento se tem recebido mais de 342 mil adesões de artistas, acadêmicos, cientistas, advogados, jornalistas, professores, deputados, religiosos, médicos, estudantes, camponeses, operários, dirigentes sindicais, líderes e ativistas sociais, entre outros, e de organizações e instituições de mais de 50 países.

Para assinar o documento visite a página Cuba em Defesa da Humanidade ou escreva diretamente para aderir-se: endefensadepalestinagmail.com (Fonte: http://www.granma.cu).